Beta testers já estão experimentando recurso que insere autoria criptográfica nas imagens criadas pelo aplicativo

O executivo Will Allen, VP da Adobe, publicou na ultima semana em seu blog a notícia de que a empresa começou a testar um método para aplicar, com segurança, marca d’água em ativos digitais, como as fotos de seus aplicativos, para garantir a autoria adequada da mídia digital.

Esse recurso faz parte de um esforço da indústria de mídia em geral para autenticação de autoria, como meio de combater deep fakes e outros materiais enganosos na internet.

Allen anunciou a prévia da ferramenta de atribuição de autoria operando na Adobe Creative Cloud. O recurso estará disponível para clientes selecionados, em pré-lançamento no Photoshop e no marketplace Behance nas próximas semanas. A ferramenta é construída com uma versão anterior do padrão aberto, proporcionando às fotos uma camada segura de dados de atribuição, à prova de violação, que inclui o nome do autor, localização e histórico de edição. “Isso ajudará os consumidores a entender melhor o conteúdo que visualizam online e lhes dará maior confiança para avaliar sua autenticidade”, disse o VP da Adobe.

O blog contém dois vídeos mostrando passo a passo o painel de credenciais de conteúdo, uma paleta extra que aparece na interface do usuário da Adobe. Esse painel de credenciais permite que um usuário ligue ou desligue os metadados na imagem. Os metadados contêm informações que incluem o nome do autor da imagem. Conforme a imagem é manipulada no Photoshop, o painel Credenciais rastreia as ações e adiciona essas alterações aos metadados da imagem.

Com agências internacionais

Fonte: CISO Advisor (https://www.cisoadvisor.com.br/recurso-no-photoshop-podera-autenticar-contra-fake-news/)