Por: Ana Paula Lobo*


O departamento de Segurança da Informação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República tem novo diretor: o coronel Marcelo Paiva Fontenele foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir o coronel Arthur Sabbat, agora, diretor da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta ultima segunda-feira, 09 de novembro.

Fontenele, que atuava como Assessor Militar no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, é doutor em cibernética, pela Universidade de Reading, Reino Unido. Participou da elaboração de relatório sobre Segurança Cibernética apresentado à Câmara de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDEN) em outubro de 2008. Participou do grupo de trabalho (GT) de Segurança das Infraestruturas Críticas da Informação (do Comitê Gestor de Segurança da Informação), do GT Inter-Forças para Implantação do Setor Cibernético no âmbito do Ministério da Defesa em 2010, do Grupo de Pesquisa de Segurança da Informação e Defesa Cibernética da UnB (2012) e do GT para elaboração da Política Nacional de Segurança da Informação (2017).

Participou ainda do GT para implantação do Setor Cibernético conduzido pelo Exército Brasileiro e conduziu o GT para mapeamento das trilhas de conhecimento de Defesa Cibernética, enquanto atuava como chefe do Núcleo da Escola Nacional de Defesa Cibernética (2017-2018). Atuou como Diretor interino do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações da Presidência da República. Integrou o subcomitê de Defesa e Segurança no Ambiente Digital do Comitê Interministerial para a Transformação Digital – CITDigital. Integrou a delegação brasileira em grupos de peritos governamentais das Nações Unidas, nas áreas de crimes cibernéticos e de informação e telecomunicações no contexto da segurança internacional.

Fonte: Convergência Digital