Após anúncio da Dell Technologies, que vendeu a RSA por US$ 2.075 bilhões para o consórcio de investidores liderado pelo Symphony Technology Group, especialistas compreendem que o movimento deve mudar muito pouco, em um primeiro momento, e uma melhora de canais e pós-venda em médio prazo

Essa semana a indústria de tecnologia foi novamente impactada pelo movimento liderado pela Dell Technologies, ao anunciar a venda da RSA por US$ 2.075 bilhões para o consórcio de investidores liderado pelo Symphony Technology Group. Os analistas de mercado enxergam esse movimento como algo de pouco impacto para os clientes.

Na visão de Leandro Augusto, sócio-líder de Cyber Security e Privacidade da KPMG no Brasil, a tendência é de melhoria na prestação de serviços, o que pode melhorar como um todo essa área do mercado de Segurança.

“Para os clientes pouco deve mudar no começo. A estrutura de canais da RSA deve continuar operando da mesma forma no curto prazo. Com a injeção de capital, a empresa deverá ter mais recursos para melhorar sua área de canais e pós-venda no médio prazo”, acrescenta Renato Pasquini, Country Manager da Frost & Sullivan Brasil.

Vale lembrar que, em 2015, a Dell foi a protagonista do mercado global de tecnologia ao comprar a EMC por US$ 67 bilhões, considerada a maior aquisição do setor tecnológico. Os analistas acreditam que o movimento traz também um impacto positivo para o mercado de Segurança.

“A RSA segue sendo um player de expressão e a competição está se acirrando cada vez mais com as movimentações recentes de fusões e aquisições nesse mercado. No caso da Dell, ela ainda tem a SecureWorks e a divisão de segurança da Vmware com suas linhas de produtos, que em alguns casos, eram para o mesmo consumidor alvo da RSA”, completa Pasquini.

Em comunicado no blog da companhia, o diretor executivo da Dell Technologies, Jeff Clarke, informou que a venda se trata de uma estratégia correta de longo prazo para que ambas empresas sigam alcançando seus objetivos de forma independente.

“A venda da RSA nos dá maior flexibilidade para focar na inovação integrada das tecnologias da Dell, permitindo que a RSA se concentre em sua estratégia de fornecer às equipes de risco, segurança e fraude a capacidade de gerenciar holisticamente o risco digital”, pontua Clarke.

Ele acrescenta que, a partir de agora, a Dell Technologies vai se concentrar em criar segurança automatizada e inteligente em todo portfólio de infraestrutura, plataformas e dispositivos.

Para o presidente da RSA, Rohit Ghai, a venda é uma oportunidade de acelerar sua jornada abraçando totalmente a missão de ajudar os clientes a prosperarem no mundo digital com tantas demandas de transformação. “Procuramos um parceiro entusiasmado com nossa missão e encontramos no Symphony Technology Group uma configuração mais independente para acelerar a inovação”, pontua.

“Acreditamos que esse anúncio é uma ótima notícia para todas as partes interessadas e estamos animados com a oportunidade de levar essa jornada ao próximo nível e liberar todo o potencial da RSA no mercado”, conclui Rohit Ghai.

Fonte: Security Report