Segundo o clube, informações financeiras não foram divulgadas

Resultado de imagem para Avanti Palmeiras hacker

Palmeiras, em nota oficial divulgada nesta quarta-feira, admitiu que dados de seus sócios foram vazados em uma falha no sistema da FutebolCard, responsável pela venda de ingressos e pela gestão do programa de sócio torcedor do clube.

A informação foi divulgada no site “The Hack”. Segundo a página, o vazamento atingiu especialmente os associados da modalidade Avanti Palmeiras. O site conseguiu identificar 1.640 planilhas com dados sobre os associados – informações como nome completo, CPF, data de nascimento, número de telefone, endereço e formas de pagamento.

Segundo o Palmeiras, porém, dados financeiros não foram alcançados no vazamento.

Além disso, o clube se prepara para trocar a empresa responsável pela gestão do sócio-torcedor e da venda de ingressos. Em janeiro, inclusive, realizou um evento-teste em treino do time feminino, na arena, já com a plataforma de uma nova parceira.

Também por meio de nota oficial, a empresa, por sua vez, reconhece a falha, mas afirma que não houve ataque ou invasão ao seu sistema e que não há evidência de que alguma informação tenha sido vazada ao público.

Veja a nota oficial do clube:

“A Sociedade Esportiva Palmeiras entrou em contato com a empresa FutebolCard para apurar os fatos divulgados em reportagem na manhã desta quarta-feira (05).

A FutebolCard garantiu que a falha foi corrigida assim que a informação foi recebida e se posicionará ainda nesta quarta sobre o fato.”

Veja a nota oficial da empresa:

“A FutebolCard vem por meio desta informar que na semana passada, após alerta preventivo do site “The Hack” para com nossa empresa, identificou-se que alguns dados cadastrais, armazenados em uma pasta auxiliar alheia ao nosso sistema, estavam sem a devida configuração de bloqueio, o que poderia colocar em risco o vazamento de tais dados.

Não existiu ataque ou invasão em nossos sistemas, nem mesmo se tem evidência de que alguma informação tenha sido vazada ao público.

Esclarece ainda que não houve exposição de dados financeiros de qualquer usuário e que todos os dados de cartões de crédito estão preservados.

Nossa empresa reconhece a falha, se desculpa com nossos usuários e afirma que fez a correção operacional imediatamente ao ocorrido, antes mesmo da matéria ser divulgada. A FutebolCard reitera seu compromisso com o sigilo dos dados cadastrais e já adotou novos procedimentos técnicos para garantir a segurança das informações dos nossos usuários.

Futebolcard Sistemas Ltda.”

Fonte: The Hack e Globo Esporte.com