Brasileiros migram cada vez mais aos bancos digitais, entretanto segurança é preocupação para brasileiros. Tema será debatido no IT Forum X

Os bancos digitais ganham cada vez mais espaço entre os brasileiros – apenas em 2018 foram quase 3 milhões de contas abertas. Além da agilidade e da comodidade, essa modalidade tem atraído o público pelas baixas taxas de serviços. Outro fator importante para a escolha é a preferência pelo uso de smartphones para a realização de operações bancárias. De acordo com uma pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febrabam)), seis em cada dez transações já são feitas pela internet.

Pensando em melhorar a experiência dos usuários, os bancos digitais liberam seus clientes das filas e burocracias das instituições financeiras tradicionais. Por meio desses serviços, o público consegue abrir contas, fazer aplicações e monitorar seu orçamento em poucos cliques. Apesar disso, a questão de segurança ainda é um fator que impede a entrada de mais usuários no mundo digital das finanças.

Cuidar do gerenciamento da segurança de bancos é, sem dúvida, um desafio. Ainda conforme a Febraban, os bancos brasileiros estão investindo bilhões de reais em sistemas de segurança. No entanto, com o avanço tecnológico, cibercriminosos tentam a todo custo encontrar brechas para as suas atuações maliciosas.

Para debater as práticas atuais de segurança com a popularização dos bancos digitais, especialistas em cibersegurança levarão o tema para o painel “Privacidade em jogo. O que as empresas e usuários devem fazer para resguardar informações?”, que acontecerá no dia 16 de outubro durante IT Forum X. A 7ª edição do evento receberá mais de 250 palestrantes em diferentes palcos e praças de conteúdo. O tema principal desse ano será “Eu 5.0”, que busca posicionar o ser humano no centro da discussão tecnológica.

Para falar sobre o assunto estarão presentes:

Ricardo Guimaraes Filho, Bit Capital

Fundador da Bit Capital, Ricardo Guimaraes filho é graduado em administração de empresas pelo Insper e passou por diversas empresas durante a carreira, como BTG Pactual, Itaú Unibanco, Inspired Asset Management, Fundação Estudar, Alta Vista Investimentos e Odebrecht.

Marcos Oliveira, Palo Alto Networks Brasil

Country manager da Palo Alto Networks Brasil, o executivo traz mais de 20 anos de experiência em cibersegurança. Antes de assumir o cargo atual, Oliveira atuou como country manager da Symantec e ocupou cargos estratégicos e de decisão na Blue Coat, adquirida pela Symantec em 2016 e na Nortel Networks.

Marcio Cots, COTS Advogados

Partner & Attorney-at-law da COTS Advogados, Marcio Cots é advogado, consultor em escritórios e instituição de todo o mundo e foi convidado pelo Senado para debater pontos técnicos da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. É especialista em CyberLaw pela HARVARD LAW SCHOOL e autor do livro Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais Comentada – Editora Revista dos Tribunais, 2018.

Vinicius Oliveira, Hospital Santa Joana

Diretor de operações corporativo do Hospital Santa Joana, Oliveira é formado em administração hospitalar, com MBA em Gestão e Desenvolvimento Empresarial pela UFRJ, MBA em Gestão da Qualidade pela Faculdade de Ciências Médica de MG, Especializações em Estratégia de Negócios pela Fundação Dom Cabral e Formação Técnica de desenho e implantação de planejamento estratégico pela Symnetics.

O painel será mediado por Marcela Miranda, CEO da Fintech Trigg. Ao longo de sua trajetória, a executiva teve a oportunidade de criar startups e gerir outros negócios. Também traz na bagagem funções executivas em empresas na área de Marketing e Tecnologia da Informação.

O IT Forum X acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Outros temas como big data, metodologias de aceleração, cidades inteligentes, 5G e conectividade serão abordados durante o evento. Para mais informações, clique aqui.

Fonte: ITMidia