Pesquisa da National Cyber Security Alliance revela que mais de 70% dos ataques são direcionados às PME’s.

A Neotel anuncia um novo serviço de segurança da informação voltado para o mercado das PME’s. Devido ao perfil das pequenas e médias empresas, das pressões sobre o negócio e requerimentos de legislação e conformidade, a Neotel passa a ofertar “Criptografia as a Service”, serviço de anonimização de dados, para pequenas e médias empresas.

“Segundo uma pesquisa da National Cyber Security Alliance, mais de 70% dos ataques são direcionados às PME’s, isso porque os atacantes se aproveitam da fragilidade decorrente da falta de cultura de segurança e ausência de soluções de proteção específicas para esse segmento. Esse foi um dos motivos que nos levou a criar serviços característicos para as pequenas e médias empresas, entre eles a “Criptografia as a Service””, diz José Ricardo Maia Moraes, diretor da Neotel.

As PME’s no Brasil já são mais de 10 Milhões, incluindo microempreendedores individuais, micro e pequenas empresas. Nesse universo, mais de 95% das empresas do país são representadas pelos pequenos negócios. Além da quantidade de empresas, esse segmento possui um forte impacto na economia, representando 52% dos empregos formais gerados no país.

Um dos grandes desafios para essas empresas é garantir a segurança dos dados de seus clientes. Com isto, a conformidade com a LGPD não é uma opção, mas uma obrigação que possui prazo para ser alcançada (agosto de 2020). As sanções, que se aplicam à todas as empresas, podem chegar a 2% do faturamento – limitado a 50 milhões por processo. “Além dos eventuais prejuízos financeiros e à imagem da empresa, a LGPD será a métrica que o mercado irá medir seus prestadores de serviços e as PME’s que não garantirem a segurança e a integridade dos dados de seus clientes perderão espeço e podem até mesmo deixar de existir”, explica José Ricardo.

Criptografia as a Service

Ao contratar a “Criptografia as a Service”, a empresa apenas informa as políticas de segurança e o local onde os dados precisam ser protegidos e a Neotel fornece: consultoria para determinar a melhor alternativa de criptografia para o ambiente  nas instalações do cliente, na Nuvem ou em ambos; todos os softwares necessários; projeto; implementação; documentação; operação; suporte técnico; manutenção e monitoramento; além de relatórios customizados com métricas e indicadores para os times de Operação de TI, Segurança, Governança, Risco, Compliance e Jurídico.

Futuramente, a Neotel projeta lançar outros serviços para o público das pequenas e médias empresas. “Estamos estudando um novo formato de treinamento segmentado para as PME’S, para capacitar funcionários com ou sem experiência em TI”, finaliza Moraes.

Fonte: Security Report