Desde a assinatura de um contrato vinculativo com o fundo de investimento Investcorp, em maio de 2019, a Orange obteve a aprovação das autoridades competentes, permitindo-lhe concluir a transação por um valor de € 515 milhões.

Com mais de 660 funcionários, a SecureLink registrou receita de € 248 milhões em 2018. Hoje, a empresa atende mais de 2.100 clientes de uma ampla gama de setores. A SecureLink oferece aos seus clientes serviços especializados em consultoria de segurança cibernética, manutenção de segurança e suporte 24 horas por dia de seus “CyberSOCs” (Centros de Operações de Segurança Cibernética), bem como recursos avançados de detecção e resposta a incidentes.

Graças à forte presença da SecureLink na Europa, a Orange está fortalecendo significativamente sua capacidade de oferecer suporte aos clientes em toda a sua região de atuação, ao mesmo tempo em que desenvolve uma escala única na indústria. As equipes da SecureLink baseadas na Suécia, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Alemanha, Dinamarca e Noruega, juntamente com seus quatro CyberSOCs, representam um ativo fundamental para a Orange Cyberdefense em sua ambição de se tornar a líder europeia neste mercado, onde garantir presença agora é essencial para os clientes.

Diante de ameaças cada vez mais sofisticadas e globais, a segurança cibernética se tornou uma questão crítica para empresas e instituições. É um mercado em crescimento que requer um tamanho crítico para responder à complexidade dos ataques e à proximidade dos clientes. Esta nova aquisição posiciona a Orange como líder do setor na Europa, com mais de 600 milhões de euros em vendas pró-forma em 2018 e mais de 2.100 especialistas em segurança cibernética.

Fonte: Security Report