No entanto, ele não forneceu qualquer evidência ou informação adicional

Em sua conta no Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse a China hackeou e-mails da candidata à Presidência pelo Partido Democrata em 2016, Hillary Clinton. No entanto, ele não forneceu qualquer evidência ou informação adicional.

“Emails de Hillary Clinton, muitos dos quais são informações confidenciais, foram hackeados pela China. O próximo passo precisa ser do FBI ou do Departamento de Justiça ou, depois de todos seus outros erros (Comey, McCabe, Strzok, Page, Ohr, Fisa, Dossiê Sujo), sua credibilidade desaparecerá para sempre”, escreveu Trump no início da madrugada desta quarta-feira.

Na noite de terça-feira, Trump escreveu na rede social: “A China hackeou o servidor privado de e-mail de Hillary Clinton. Tem certeza que não foi a Rússia (só brincando!)? Quais são as chances do FBI e do Departamento de Justiça estarem cientes disso? Na verdade, uma história muito grande. Muita informação confidencial”.

Fonte: Security Report e Agencia Reuters