Caso aconteceu em 2015 e envolveu diretores e executivos do Coritiba Foot Ball Club

Um ex-diretor do Coritiba Foot Ball Club foi condenado pela Justiça do Paraná a pagar 40 mil reais em danos a ex-colegas de trabalho por divulgar conteúdos de conversas em um grupo no WhatsApp do qual fazia parte. As informações são do ConJur.

De acordo com o site especializado, o responsável pela decisão é o juiz James Hamilton de Oliveira Macedo, da 4ª Vara Cível de Curitiba, que condenou o homem a pagar a quantia de 5 mil reais a cada um dos oito integrantes do grupo no aplicativo.

O caso em questão aconteceu em 2015, quando o agora ex-funcionário do Coritiba pediu demissão do seu cargo e então divulgou as conversas do grupo em questão no WhatsApp, que contava com outros executivos e diretores do clube paranaense

Os conteúdos incluíam conversas sobre a política interna do Coritiba e traziam piadas e comentários sobre outros membros da diretoria do clube. Quando as conversas foram divulgadas, tiveram um impacto significativo no meio esportivo, sendo que dois dos executivos presentes no grupo foram demitidos após a publicação do material, conforme o processo.

“O abuso do direito de informar se deu pela forma como foram divulgadas as notícias, atingindo a imagem pessoal e profissional dos autores. Ora, considerando que as mensagens foram trocas em aplicativo de celular em grupo privado, resta patente que não poderiam ser divulgadas, ressaltando-se, notadamente, que caso quisessem que as mensagens trocadas fossem publicas teriam as partes o feito dessa forma”, afirma o juiz Hamilton de Oliveira Macedo na decisão.

Fonte: IDG NOW!