De acordo com a Microsoft, hackers ligados ao governo da Rússia teriam tentado atacar os sites de dois grupos de pesquisa norte-americanos de direita

De acordo com a Microsoft, hackers ligados ao governo da Rússia teriam tentado atacar os sites de dois grupos de pesquisa norte-americanos de direita, sugerindo que estão ampliando suas ações no período que antecede as eleições de novembro nos Estados Unidos. As informações são da agência Reuters.

A companhia revelou que impediu tentativas na semana passada ao tomar controle de sites que os cibercriminosos haviam desenvolvido para imitar as páginas do Instituto Republicano Internacional e do Instituto Hudson. Como parte da estratégia, usuários eram redirecionados a endereços falsos, onde suas informações de login e senhas eram solicitadas.

O conselho do Instituto Republicano Internacional é composto por importantes republicanos, como o senador John McCain, que já criticou as interações do presidente norte-americano, Donald Trump, com a Rússia e o histórico de direitos de Moscou.

Já o Instituto Hudson realizou discussões sobre tópicos como cibersegurança, de acordo com a Microsoft. A organização também tem examinado o crescimento da cleptocracia, especialmente na Rússia, e tem criticado o governo russo, relatou o New York Times

Fonte: Security Report e Reuters