Conforme dados recentes, corte deve afetar cerca de 1 mil profissionais da empresa de segurança pelo mundo.

A empresa de cibersegurança Symantec anunciou nesta ultima semana, que vai cortar 8% da sua força de trabalho no mundo, segundo informações da Reuters.

De acordo com a agência de notícias, a companhia espera que essas demissões reduzam os seus custos em cerca de 115 milhões de dólares ao ano.

“Esperamos que essas ações beneficiem parcialmente as margens do ano fiscal de 2019 e tenham um efeito completo sobre o ano fiscal de 2020”, afirmou o CFO Nick Noviello, em uma call com analistas de mercado.

Conforme o mais recente relatório anual da Symantec, a empresa tinha mais de 13 mil funcionários pelo mundo em março de 2017. Desta forma, destaca a Reuters, o corte anunciado impactaria aproximadamente 1 mil profissionais.

Previsão mais baixa

Além disso, a Symantec também reduziu para entre 4,67 bilhões e 4,79 bilhões de dólares a sua previsão de receita para o ano fiscal, que acaba em março de 2019 – a previsão anterior ficava entre 4,76 bilhões e 4,90 bilhões de dólares.

O novo valor revelado pela companhia fica abaixo da média esperada pelos analistas de mercado, em torno de 4,84 bilhões de dólares.

Vale destacar ainda que as ações da Symantec caíram aproximadamente 10% após esses anúncios.

Fonte: IDG Now!