Sugestões de aplicativos para garantir maior privacidade e segurança no seu Android:

-Gerencie as suas senhas

LastPass Password Manager

As senhas são os porteiros da sua vida digital – até o futuro próximo, pelo menos – e fica nas suas mãos garantir que elas estejam sempre bem armadas. O segredo? Deixe um gerenciador de senhas fazer o trabalho pesado. Um bom serviço de gerenciamento de senhas torna fácil criar e manter senhas fortes e únicas para quantos apps, sites e serviços você utilizar.

No Android, o LastPass é o melhor aplicativo para isso. Com um design muito bem pensado, o serviço é simples de usar e muito eficiente na tarefa de armazenar de forma segura as suas credenciais e permitir que você acesse qualquer serviço que exija uma senha ou código.

Uma vez que o LastPass aprender (ou criar) seus vários acessos, ele abrirá uma janela com informações de preenchimento automático sempre que for solicitado que você acesse um serviço – seja em um app ou website no seu navegador Android favorito. Tudo que você precisa fazer é colocar o dedo no leitor de impressão digital do smartphone, confirmar as credenciais que quer usar e é isso: o LastPass cuida do resto.

O LastPass também funciona bem no desktop e sincroniza de forma simples as suas informações entre diferentes plataformas e aparelhos (usando a sua própria criptografia na nuvem e nos aparelhos). Os seus recursos principais são gratuitos, enquanto que uma assinatura premium (por 24 dólares ao ano) te fornece alguns extras, como maior espaço de armazenamento para documentos e anotações, a habilidade de usar YubiKey e Sesame como métodos de autenticação de dois fatores, e a possibilidade de criar um plano de acesso de emergência para permitir que outra pessoa acesse a sua conta após um longo período de inatividade.

-Autenticação de dois fatores

Authy 2-Factor Authentication

Além de usar senhas fortes, a coisa mais inteligente que você pode fazer para manter as suas contas on-line seguras é usar a autenticação de dois fatores em todos os lugares em que ela estiver disponível.

Para quem não sabe, a autenticação de dois fatores exige que você tenha uma segunda forma para identificar informações – como um código gerado por um app no seu smartphone ou enviado via mensagem de texto – além da senha principal. Desta forma, o processo de invadir a sua conta torna-se significativamente mais difícil.

O melhor aplicativo para gerenciar a autenticação de dois fatores no Android é o Authy (gratuito). O programa da Twilio supera até mesmo o Google Authenticator com um design moderno e intuitivo que torna simples a tarefa de encontrar e copiar códigos para todas as suas contas que tenham a funcionalidade habilitada. A solução também possui recursos avançados como suporte para proteção via impressão digital e a possibilidade de configurar o Authy para funcionar em diversos aparelhos, incluindo até mesmo o seu computador.

-Proteja sua conexão

NordVPN

As VPNs (redes virtuais privadas) podem ser uma maneira efetiva de manter privadas e seguras as suas transmissões de dados baseadas no smartphone – especialmente quando você está usando redes públicas/abertas de Wi-Fi.

A sua melhor aposta para trabalhar em um ambiente do tipo é usar o próprio serviço de VPN da sua empresa, presumindo que ele tenha um aplicativo disponível. Caso não seja o caso, o NordVPN é uma das opções mais recomendadas no mercado.

O serviço consegue acessar 3 mil servidores em dezenas de países e promete criptografia de “grau militar” para todo o seu tráfego móvel. No entanto, é preciso abrir a carteira para isso. O preço padrão é 12 dólares ao mês, mas esse valor cai pela metade se você pagar um ano com antecedência. E, se preferir pagar por dois anos antecipadamente, cada mês sai por um pouco mais de 3 dólares.

Isso não quer dizer que não existam outros provedores de VPN para Android eficientes no mercado. Avaliar um app de VPN é algo incrivelmente complexo e difícil de fazer – e o número de variáveis envolvidas torna quase impossível oferecer uma recomendação incondicional.

Enquanto não temos um sistema padronizado para analisar efetivamente as VPNs e suas muitas camadas, a maioria dos especialistas em privacidade sugere escolher um serviço que seja amplamente bem avaliado e que seja oferecido por uma empresa de boa reputação.

-Criptografe os seus e-mails

ProtonMail

Quando você precisa saber que os seus e-mails não serão interceptados, o ProtonMail é o app que você quer usar. Fundado pelos cientistas da CERN (Organização Europeia para Pesquisas Nucleares), o aplicativo usa um método open-source de criptografia de ponta a ponta para manter as suas mensagens seguras contra possíveis espiões.

Não é preciso fornecer nenhuma informação pessoal, e a empresa diz que não mantém registros de endereços de IP ou qualquer outra coisa que possa te ligar com a sua conta. Na verdade, a companhia alega que nem mesmo os seus próprios funcionários poderiam acessar ou ler as suas mensagens se quisessem.

A melhor parte sobre toda a segurança do ProtonMail é que ele não exige quase nenhum esforço da sua parte: você simplesmente cria uma conta no serviço e começa a enviar e-mails. Caso esteja escrevendo para alguém com um endereço do ProtonMail, a criptografia é automática. Se precisar escrever para alguém com um endereço que não seja do ProtonMail, então basta tocar em um ícone na ferramenta de composição de mensagem para criar uma senha e uma dica; o destinatário receberá apenas essa informação e terá de usar a senha para conseguir ler o seu e-mail.

Além da segurança, o app do ProtonMail para Android também conta com um design clean e agradável de usar. O aplicativo possui pastas e indicações customizáveis e permite até que você defina gestos personalizados com o dedo para a sua caixa de entrada (deslizar para a esquerda em uma mensagem para marcá-la como lida, por exemplo, e para a direita para a arquivar ou apagar o e-mail).

E, sim, o serviço oferece uma opção para criar mensagens que se auto-destroem, caso seja necessário fazer isso em algum momento.

O ProtonMail é gratuito em seu nível mais básico, que inclui um endereço de e-mail, 500MB de armazenamento, e até 150 mensagens por dia. Os planos premium, com mais espaço de armazenamento, maior limite de mensagens diárias e outros recursos extras, começam em 59 dólares por ano.

-Criptografe suas mensagens e ligações

Signal Private Messenger

O Signal faz para as mensagens de texto o que o ProtonMail faz pelo e-mail: o serviço open-source permite que você se comunique de forma segura com os seus contatos, usando criptografia de ponta a ponta e sem que os seus dados sejam acessados ou armazenados em um servidor remoto.

O app também permite que você realize chamadas de voz e vídeo criptografadas com outros usuários do Signal.

Na superfície, o Signal se parece muito com qualquer app de mensagens do mercado: você pode encontrar pessoas a partir da sua lista de contatos padrão ou simplesmente digitar um número telefônico para iniciar uma conversa. Se a outra pessoa também usar o Signal, a conversa estará protegida – e você também verá a opção para iniciar uma chamada de voz ou de vídeo protegida. Caso o seu contato não tenha o Signal, você ainda poderá falar normalmente com ele, mas sempre com um aviso em destaque no campo de mensagens: “SMS Não Seguro”.

O Signal é gratuito e não é preciso criar uma conta para usá-lo. Apenas abra o app, insira e verifique o seu número telefônico e é isso: você está pronto para começar.

-Habilite a navegação privada no seu browser

Firefox Focus

O Firefox Focus fornece a experiência de navegação privada mais simples do Android. Basicamente você só precisa abrir o aplicativo e começar a navegar: nenhum histórico, cookie ou senhas são salvos, e o app bloqueia automaticamente rastreadores e anúncios pela web.

Quando encerrar o seu acesso com uma página, apenas toque no ícone flutuante de uma lata de lixo, localizado no canto da tela, e é isso: ela sumirá para sempre.

Caso você queira navegar pela web sem deixar nenhum rastro (pelo menos, no navegador), essa é de longe a maneira mais fácil para fazer isso. Vale notar que o Firefox Focus é gratuito.

Brave Browser

Para uma navegação privada em um ambiente mais tradicional de browser, o Brave é o caminho. O aplicativo gratuito – criado por um dos fundadores da Mozilla, a companhia por trás do Firefox – se parece muito com a versão do Google Chrome para Android.

A interface e os menus principais do Brave são quase idênticos aos do Chrome – mas os seus dados dessas áreas todas não serão sincronizados com a sua conta Google nem estarão disponíveis em outros aparelhos, como aconteceria no Chrome.

Além de uma base visual parecida com o Chrome, o Brave traz ainda uma variedade de ferramentas embutidas para bloquear anúncios, pop-ups, scripts e diferentes tipos de sistemas de rastreamento baseados em websites.

Ao contrário do Firefox Focus, no entanto, o Brave não opera em um modo incógnito permanentemente. Por isso, se você não quiser que o seu histórico, cookies, dados de sites e cache sejam salvos, terá de abrir manualmente as janelas de navegação privada (como acontece no Chrome) ou acessar as configurações do app para limpar esses dados sempre que necessário.

O Brave é menos um navegador puramente privado e mais um browser tradicional com recursos extras de privacidade – o que pode ser algo bom ou ruim, dependendo do que você busca.

-Adicione uma camada extra de criptografia onde for preciso

Solid Explorer File Manager

A maioria dos aparelhos Android já vem com uma criptografia habilitada de fábrica (é possível verificar isso na seção de Segurança, nas configurações de sistema do dispositivo), mas se você quiser uma camada extra de proteção para determinados arquivos ou pastas, o Solid Explorer faz isso muito bem.

Como um gerenciador de arquivos Android, o Solid Explorer te permite navegar e manipular arquivos no armazenamento local do smartphone, assim como em uma variedade de serviços de armazenamento na nuvem de terceiros – incluindo Dropbox, Google Drive e OneDrive – caso queira se conectar com eles. Quando tiver uma pasta ou arquivo que quiser proteger, basta encontra-lo e destacá-lo dentro do app para então selecionar a opção “Encrypt” no menu principal.

Depois disso, tudo que você precisa fazer é digitar uma senha, e opcionalmente ativar a autenticação via impressão digital, e o arquivo/pasta só poderá ser visualizado após essas credenciais serem inseridas no aparelho. O Solid Explorer pode ser usado de graça por duas semanas; depois disso, é preciso pagar 2 dólares para continuar usando o serviço.

Fonte: IDGNow!