Autor: Renato Santino

Os responsáveis pelo ataque à HBO voltaram à tona. Desta vez, eles afirmam ter vendido o conteúdo do último episódio da temporada de “Game of Thrones”, junto de mais 5 terabytes de arquivos roubados dos servidores da empresa, para três clientes não identificados na deep web.

Em contato com o site Mashable, que desde o começo do ataque manteve uma linha direta com os cibercriminosos, identificados apenas como “Mr. Smith” diz que, com a venda, foi possível alcançar metade do preço do resgate solicitado à HBO, estimado em US$ 6,5 milhões, que a empresa se recusou a pagar.

Os hackers, no entanto, se mostraram dispostos a “punir” a HBO por não prosseguir com suas negociações e não pagar o valor solicitado. Eles informam que o acordo com os compradores dos dados inclui a possibilidade de continuar vazando documentos sigilosos da companhia. “Vazaremos muitas ondas de informações internas para puni-los por brincar conosco e criar um exemplo para corporações gananciosas”, afirmaram.

Junto do comunicado da venda, os hackers enviaram ao site o resumo do último episódio, que sabiamente não foi publicado. Isso dito, se a informação da venda for real, existem três pessoas que sabem como a temporada do seriado acaba e podem publicar isso na internet a qualquer momento.

A HBO, por sua vez, parou de se manifestar sobre o caso. A empresa chegou a afirmar que não participaria deste “jogo” para atrair a atenção da mídia sobre o ciberataque, de forma que optou por não confirmar ou desmentir se o resumo enviado ao Mashable é real.

Fonte: Olhar Digital