Com a aquisição, fabricante de sistemas de segurança incorpora ao seu portfólio uma ferramenta capaz de analisar o comportamento de dispositivos para descobrir a existência de malware dentro de redes.

A Palo Alto Networks anunciou nesta quinta-feira, 2, que adquiriu a LightCyber, desenvolvedora de uma plataforma de análise comportamental que pode acelerar o tempo de detecção de ataques que já tenham violado redes. A fabricante de sistemas de segurança vai pagar US$ 105 milhões em dinheiro pela LightCyber.

Com a aquisição, a Palo Alto Networks incorpora ao seu portfólio uma ferramenta capaz de analisar o comportamento de dispositivos para descobrir a existência de malware dentro de redes e os seus movimentos para saber como ele pretende comprometer sistemas vulneráveis.

A ferramenta da LightCyber é baseada na tecnologia de aprendizado de máquina e registra os comportamentos de indivíduos e dispositivos, define um nível normal de atividades e detecta anomalias que possam indicar ataques em andamento.

Com base na análise de comportamento, o LightCyber pode detectar ataques de malware que usam processos legítimos para violar sistemas e passam despercebidos pelas ferramentas para identificação de vírus. A plataforma reúne dados da rede e de dispositivos conectados a ela e os analisa na nuvem. Uma vez identificada a atividade suspeita, o LightCyber pode desligá-lo automaticamente ou enviar alertas para os analistas de segurança.

A Palo Alto diz que após a compra da LightCyber ser concluída, a ferramenta se tornará parte de seus produtos de firewall de última geração e irá adicionar proteções muito específicas.

Fonte: Computer World