fraude

A Fortinet ajuda a Interpol na identificação de um grupo de fraudadores online. A provedora de tecnologia selou um acordo de colaboração com a agência para o fornecimento de informações a partir do FortiGuard Labs.

O trabalho conjunto permitiu identificar um grupo de cibercriminosos responsáveis por milhares de ataques ao redor do mundo, que totalizam mais de US$ 60 milhões e envolveram centenas de vítimas.

Foram descobertos 419 ataques em sites de namoro, no site Alibaba, roubo de contas bancárias e desvio de pagamentos. Eles também mantinham uma grande rede de lavagem de dinheiro para distribuição dos fundos.

Os fraudadores usavam dois tipos de golpes de engenharia social direcionados a empresas: fraude de desvio de pagamento e fraude aplicada ao CEO.

A provedora afirma que esse fato reforça a predominância de uma técnica de ameaça avançada chamada “mistura de comportamento”, que permite que hackers entrem e se misturem a uma rede comprometida, impedindo que sejam detectados por longos períodos.

A Fortinet faz parte de um grupo de trabalho especializado com a Interpol há mais de um ano para fornecer inteligência de ciberameaças que ajudou a descobrir e a identificar esses crimes online mais recentes.

Fonte: Computerworld