Os pedidos de governos pelo mundo por dados de usuários relacionados ao tráfego da ferramenta de buscas do Google aumentaram 29% entre 2014 e 2015, segundo o mais recente Relatório de Transparência, que foi publicado nesta quarta-feira, 20/07.

Na segunda metade de 2015, a Google diz ter recebido mais de 40 mil pedidos por dados relacionados a mais de 81 mil contas de usuários. Isso se compara aos 35 mil pedidos relacionados a 69 mil contas recebidos nos primeiros seis meses do ano passado.

Os Estados Unidos lideram os pedidos de governos por dados: o país submeteu 27.157 pedidos relacionados a 12.523 contas na segunda metade do ano passado. Em seguida aparecem a Irlanda, com 12.114 pedidos, e a Alemanha, com 11.562 pedidos. O Brasil aparece bem atrás, na oitava colocação do ranking, com um total de 912 pedidos relacionados a 2.041 contas.

O Google concordou em entregar “alguns” dados de usuários para 64% dos pedidos mundiais, mas a empresa enviou informações para pedidos do governo dos EUA em 79% das vezes – no Brasil, a taxa ficou em 57%.

Fonte: Convergencia Digital