Autor: Luis Osvaldo Grossmann

Preço menor, apesar do medo de ser furtado, é o que leva o consumidor a comprar pela internet, esteja ele no Brasil, México, Argentina, Colômbia ou Chile. É o que indica uma pesquisa com 6 mil internautas nas cinco maiores economias latino-americanas, feita pelo site de comércio eletrônico Groupon, apesar de pequenas diferenças nos hábitos de consumo.

A mais notável é o maior uso de telefones celulares para compras online no Brasil (21%) e no México (20%), prática menos comum na Colômbia (17%), Chile (13%) e especialmente na Argentina (8%). Também é peculiar que a compra de alimentos e passeios sejam as mais comuns em geral, mas no Brasil elas estão ao lado de produtos eletrônicos, bem menos procurados nos demais.

Como regra geral, porém, todos listaram preço como item mais importante para a compra online, seguido por descontos e só então qualidade. E enquanto preços mais baixos (60%) e facilidade (66%) são as principais qualidades da internet para os entrevistados (77% e 63% no Brasil), segurança está no fim da fila das prioridades (23%).

A pesquisa também diz que 79% (72% no Brasil) das pessoas entrevistadas compram mais hoje do que há cinco anos, apesar de 68% temerem o uso do cartão de crédito ou débito por terceiros e 55% (61% no Brasil) que os dados bancários sejam roubados.

Fonte: Convergência Digital