Autor: Thiago Rondon

A realização do backup é uma das etapas mais importante do processo da recuperação dos dados. Certificar-se que os dados estão sendo enviados de um local para o outro é trivial e qualquer plataforma pode oferecer esta informação. Porém, sabemos que, na prática, as configurações de como realizar o backup são mutantes. Com o passar do tempo, a falta de manutenção e testes regulares podem fazer com que você não saiba mais se o seu backup realmente está completo.

Os testes podem ser realizados de maneira manual, disponibilizando a recuperação em uma nova infraestrutura para validar o funcionamento do seu software, banco de dados ou o que você tiver no backup. Assim, você poderá avaliar quanto tempo é necessário para recuperar seus dados e também para que seu ambiente esteja disponível, ou seja, com os dados salvos e seus aplicativos sendo executados normalmente.

O RPO (Recovery-Point-Objective) e o RTO (Recovery-Time-Objective) são indicadores utilizados em recuperação de desastres, sendo o primeiro utilizado para saber qual é o tempo necessário para recuperar os arquivos para o ambiente e o segundo, o tempo necessário para que o ambiente esteja disponível para todos, baseado na necessidade de executar aplicativos ou colocar bases de dados no ar. Em um cenário ideal, a diferença entre estes dois indicadores deve ser de milésimos de segundos. Porém, na realidade a diferença pode ser grande ou até mesmo desastrosa quanto se tenta recuperar o backup e se descobre que todos os dados necessários não estavam nele.

Além disso, é muito comum que os cenários sofram alterações com o decorrer do tempo e a configuração mude. É possível garantir que tudo esteja em ordem quando necessário? Realizar este trabalho manualmente todos os dias pode não ser funcional, assim como pode depender de recursos humanos para a tarefa. O ideal é que isto seja automatizado em um ambiente temporário e isolado, para garantir que todo o processo esteja devidamente documentado. Desta maneira, é possível realizar esta tarefa todos os dias ou em todos os backups.

As soluções de backup em nuvem podem realizar as cópias, assim como soluções de recuperação automatizada em nuvem podem te fornecer estes testes de maneira inteligente, segura, flexível e com custo baixo. Automatizar os testes de recuperação de backup é fundamental para que seus dados estejam realmente seguros e a continuidade do seu negócio garantida.

 Fonte: CIO