hackO termo “Hackathon” vem de uma combinação entre “Hacking” – programação exploratória, divertida (e, importante salientar, não tem nada a ver com cybercrime) – e “Marathon” – jornada, muitas vezes exaustiva, mas com claros objetivos finais e que não deixa de ser divertida para os seus participantes.

Tem sido cada vez mais comum encontrar notícias sobre “Hackathons” nos mais variados sites da internet, e aposto que você já viu alguma recentemente, de empresas grandes ou nem tanto assim, famosas ou em busca de fama, e, porque não, governamentais ao invés de privadas.

Normalmente, nesses eventos, utilizam-se informações reais das empresas (geralmente fornecidas através de APIs) e as melhores ideias e aplicações recebem algum tipo de premiação. E ultimamente, eu diria: que premiação!

A Salesforce, empresa líder em solução SaaS para CRM, anunciou o vencedor do Hackathon em seu encontro anual de desenvolvedores: US$ 1 Milhão.

Pois é, imagine você, chegando no final do ano com uma boa ideia e quase R$ 3 milhões na conta bancária. Nada mal, não?

Já a Google organizou uma espécie de reality show chamado Google Developer Bus. O grupo vencedor teve como prêmio uma viagem com tudo pago para conhecer a sede da empresa no Vale do Silício. Você não vai realizar o seu sonho de nadar em moedas de ouro como o Tio Patinhas, mas com certeza vai ter uma história muito boa para contar!

É sensacional ver como empresas e órgãos governamentais do mundo todo estão aderindo a esse formato de evento e inovando de forma barata e rápida, trazendo soluções para problemas do dia a dia com resultados bastante tangíveis.

Agora ficam as minhas colocações finais:

– Você, desenvolvedor, já participou de um Hackathon? Se não, está esperando o que? Se sim, incentive outros desenvolvedores!

– E você, que não desenvolve, mas está procurando formas de alavancar a inovação na sua empresa. Pode ser uma boa, hein?!

Fonte: API da Semana