brasil1Documentos obtidos pelo Jornal da Globo mostram que a Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar a espionagem realizada pelas agências americanas no Brasil. A PF quer que sejam ouvidos fora do País os presidentes mundiais das empresas Yahoo, Microsoft, Google, Facebook e Apple. A investigação começou em julho. O interrogatório no exterior é possível graças a um acordo de cooperação jurídica internacional, que viabiliza a troca de informações entre os Estados Unidos e o Brasil em investigações criminais. O pedido agora será traduzido para ser enviado ao Departamento de Justiça americano.

O delegado do caso também quer ouvir Edward Snowden, o ex-analista da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) responsável pelos vazamentos que trouxeram à tona a espionagem realizada indiscriminadamente em vários países do mundo – hoje ele está exilado na Rússia. Segundo dados conseguidos pela emissora, a NSA monitorou arquivos da Petrobras, do Ministério de Minas e Energia e até mesmo e-mails e telefonemas da presidente Dilma Rousseff. A investigação da PF ouviu no mês passado executivos brasileiros das companhias de tecnologia, que negaram ter repassado dados de usuários brasileiros à NSA. A PF também pediu explicações ao Ministério das Comunicações e Anatel sobre o quanto o Brasil está exposto à espionagem – o prazo para a resposta termina na semana que vem.

Leia Também:

Polícia prende suspeito de aplicar golpe e vender dados sigilosos no Distrito Federal

Sua organização precisa de um CSIRT?

Como os seus dados on-line estão sendo empacotados e vendidos

Fonte: Portal Terra