httpsO Google lançou um programa para fortalecer os códigos de encriptação de seus sistemas em reposta às recentes revelações de espionagem eletrônica das agências de segurança dos Estados Unidos, publicado no “Washington Post”.

Embora a iniciativa já estivesse em andamento desde o fim do ano passado, o Google decidiu acelerar sua implantação em seus centros de dados em todo o mundo para reforçar sua reputação de proteção à privacidade do consumidor.

No entanto, a companhia reconhece que estas ações podem não impedir totalmente a espionagem, mas tornar mais difícil o acesso tanto para hackers como para agências governamentais.

A indústria informática reagiu com preocupação ao vazamento de dados feito pelo ex-analista da CIA, Edward Snowden, que incluíam informações confidenciais que mostravam vários programas de inteligência dedicados a obter dados de e-mails do Yahoo!, Facebook, Google e Microsoft, entre outros.

Leia Também:

Google diz que Brasil tem de criar salvaguardas para garantir sigilo de dados

Google, Microsoft e Facebook negam ‘acesso irrestrito’ ao governo dos EUA

Carro do Google é detido por suspeita de espionagem na Tailândia

Fonte: G1