Seguem 3 dicas para driblar o PRISM, programa de vigilância criado pelo governo americano:

1 – Busca Confidencial

Você pode trocar o Google pelo DuckDuckGo, buscador que permite consultas anônimas e não registra dados sobre o local dos usuários.

Link: DuckDuckGo

2 – Carta Lacrada

O PRISM pode investigar os serviços de webmail que guardam as mensagens nos servidores das empresas. Uma alternativa então, é baixar a correspondência com um programa como o Thunderbird da Mozilla e encriptar os textos com o complemento Enigmail.

Link: Enigmail

3 – Navegação com Segurança

Browsers costumam deixar rastros mesmo no modo anônimo. O programa Tor redireciona esses dados para vários servidores dificultando o monitoramento online dos usuários.

Link: Tor

Obs.: Nos próximos posts vou explicar o que é o PRISM e quais as suas atividades!!!

Fonte: Revista Info/Julho 2013 (info.abril.com.br)

Yes We Scan

Crédito da Imagem: designspiration.net